Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

16/03/2012 – FOCUS – Live At Pedreira do Icatu


Nas últimas semanas,o FOCUS invadiu o Brasil com a sua turnê de comemoração dos 40 anos do seu álbum mais aclamado, Moving Waves. Foram 6 shows em 2 semanas, em 4 estados diferentes, um ritmo frenético que, para uma banda com mais de 40 anos de estrada, não abalou em nada a performance dos músicos e principalmente da lenda viva do progressivo mundial Thijs van Leer.

Acompanhamos o show de Votorantim, o único que foi oferecido gratuitamente à população e realizado em conjunto com a Prefeitura de Votorantim e a Som do Darma Produções em uma das paisagens mais belas para se fazer um show setentista dessa magnitude.

A Pedreira do Icatu é uma arena natural envolta por um paredão de rochas que esta cercada em toda a extensão por árvores dos mais variados tamanhos e tipos, armando uma espécie de telhado natural para uma boa parte do lugar. Esse bosque natural além de promover uma acústica excelente ainda passa a impressão de que se está entrando em outro mundo no momento em que você passa pelo “túnel” de acesso natural para a arena.

 

A “casa” estava cheia, muitas crianças que foram levadas pelos pais para conhecer o som da banda entre outros tantos adolescentes que estavam lá para prestigiar o evento e claro um grande número dos fãs “originais” da banda, aqueles que acompanharam o crescimento do progressivo pelos anos 70, todos meio espalhados ainda aguardando só o show de abertura começar.

A Banda Imagery, de Londrina, foi a escolhida para abrir o show na cidade. O Prog Metal muito técnico, virtuoso e mesmo assim melódico que eles executaram deixou muita gente impressionada e arrancou aplausos entusiasmados do público presente. O set list envolveu algumas músicas de seu disco de estréia,  The Inner Journey, que deve ser lançado até o fim do ano. A apresentação funcionou muito bem, fazendo com que a galera esquentasse antes do show principal.

Quando a banda subiu ao palco a euforia tomou conta do público. Era claro que o show era muito mais sobre Van Lerr do que Pierre van der Linden, o outro remanescente da formação original. O orgão (?) colocado sob uma plataforma dava um ar de soberania no palco e a figura bem singela do velhinho que sentava logo atrás dava uma imponência maior ainda.

A banda abriu tocando Focus I que caiu perfeitamente no clima que estava criado dentro da pedreira. O guitarrista Menno Gootjes roubou a cena em vários momentos demonstrando toda sua técnica e experiência mostrando que estava no nível de executar todas as peças do Focus de maneira excepcional, mesmo sendo bem mais novo que os demais. Em seguida a banda executou outra música do primeiro album, Anonymous e aí foi a vez da lenda viva que é Van Leer mostrar toda sua energia tocando a sua flauta transversal de maneira incrível enquanto alternava com as partes de piano. O público se espremia a frente para seguir aquele riff com a cabeça enquanto fixavam o homem que conduzia tudo ali de cima com um sorriso no rosto.

Em seguida, a primeira musica com vocal apareceu, ou melhor dizendo os efeitos malucos que Van Leer executava com a boca, que inclusive chamou o público pela primeira vez para participar repetindo os sons malucos e mesmo assim muito engraçados que a música  Aya-Yuppie-Hippie-Yee pedia. Em seguida Focus VII foi executada e serviu para o público sentir as notas da guitarra de Gootjes ecoando pelas pedras, com aquela melodia calma ecoando pelos quatros cantos da arena aberta.

Tudo isso acabou quando os primeiros riffs de Sylvia começou a tocar. Nem foi preciso muito para tirar o público da imersão que estava para começar a pular e bater palmas acompanhando as notas que Van Lerr tirava de seu orgão. Coma voz que nem demonstrava a idade ele cantou a melodia encorpando ainda mais a música.  Em seguida, mais um clássico começou a ser executado, Eruption e seus 23 minutos de música começaram a ser executados, arrancando aplausos e gritos do público que parecia não acreditar no que estava vendo.

La Cathedrale de Strasbourg veio em seguida para lembrar o album Hamburger Concerto de 1974, seguida pela agitada batida de Harem Scarem do mesmo album e que se seguiu novamente com a participação do público que se agitava novamente. This Van Leer apresentou toda a banda, agradeceu a presença de todos, a organização da prefeitura da cidade e a toda equipe que estava com eles. Ao final da música os músicos se reuniram e agradeceram a presença de todos e se retiraram do palco, fazendo com que muita gente fosse embora com aquele sentimento de ter perdido alguma coisa já que a peça mais conhecida deles não havia sido tocada.

Pois bem, demorou um pouco, mas logo os músicos voltaram e executaram a tão esperada Hocus Pocus. Quem permaneceu voltou correndo para a pista para cantar junto com Van Leer a peça mais aclamada de todas que  a banda já compôs. Ele todo agitado, balançava uma das mãos acompanhando a altura da música enquanto tocava apenas com a outra. Ao final da música e do show em sí, This Van Leer fez questão em dizer que com a energia daquele público e naquele ambiente o conseguiram faze-lo sentir em casa, o que eu acho que é uma boa coisa de se ouvir num dia tão especial como meu aniversário.

O que o público de Votorantim presenciou ali foi uma das apresentações mais honestas de música. Peças bem executadas, com força total de verdadeiras lendas vivas e ainda por cima de graça, em um dos melhores ambientes que eu já vi para um show setentista e intimista como esse. O Focus com certeza cativou muita gente nova que estava presente por lá e mostrou aos velhos conhecidos fãs que eles ainda tem muita estrada pela frente. Espero que isso seja verdade e que eles não demorem muito para voltar para esses lados mostrando novamente o talento de uma música instrumental bem executada.

Veja mais fotos em nossa FanPage no Facebook

 

Rhamses

Palpiteiro de mídias sociais, Designer de interfaces, Podcaster e Microblogger. Apreciador de boa música, mas roqueiro acima de tudo.

2 respostas para “16/03/2012 – FOCUS – Live At Pedreira do Icatu”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *