Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

The Answer – “Revival”


Direto da Irlanda do Norte vem o The Answer, uma banda de Blues Hard Rock que praticamente explodiu e caiu nas graças da crítica e público com os álbuns “Rise” (2006) e “Everyday Demons” (2009), principalmente pela sonoridade muito semelhante ao Led Zeppelin clássico e a música “Never Too Late” no Guitar Hero.

Depois da mega turnê com o AC/DC, a banda volta com o seu terceiro disco “Revival”, produzido pela própria banda com Chris Smith, e cuja primeira edição limitada vem com um encarte luxuoso e um cd bônus (com faixas não lançadas, demos, covers, versões ao vivo – muito boas por sinal!)

Poucos álbuns tem um começo tão Rock n’ Roll até o cerne como este, graças à “Waste Your Tears”: riffs gingados, groove perfeito e o timbre vocal… que bem, basta ouvir uma vez para entender. E dá-lhe mais Hard Rock, simples e direto com “Use Me”, remetendo facilmente aos anos 70, mas com uma produção cristalina e extremamente límpida, diferentemente de outras bandas dessa tendência, que preferem os timbres mais “sujos”. Indo mais a fundo nas raízes, “Trouble” é um Blues Rock de respeito, pra deixar qualquer fã de Aerosmith (das antigas) boquiaberto, enquanto “Nowhere Freeway” com o seu climão Southern Rock é pra deixar qualquer um impressionado tanto com a qualidade instrumental quanto com os duetos vocais com Lynne Jackman, em uma das melhores faixas do álbum. A atmosfera meio Southern continua na balada “Tornado”, aonde Cormac Neeson realmente se sobressai, graças a sua versatilidade vocal impressionante (algo presenciado no álbum inteiro, aliás).

“Vida (I Want You)” traz mais do Rock n’ Roll setentista dançante (impossível não lembrar do Led Zeppelin lembrando de como era legal ver pessoas dançando na pista de seus shows), assim como a cadenciada “Caught On The Riverbed”, aonde é impossível não se lembrar da trupe de Page e Cia. Com “Destroy Me” a banda cria uma atmosfera bem diferente do que já fizeram até hoje, cadenciada, uma viagem bem ácida e com certeza uma faceta a ser mais explorada nos próximos álbuns, até atingir o nível da próxima música “New Day Rising”, definitivamente um clássico e megahit instantâneo. “Can’t Remember, Can’t Forget”, mais uma ótima balada lembra vagamente o que o Gotthard fez de melhor, em partes graças a melodia grudenta do refrão e com direito até a “oooh”, assim como o Hard Rock de “One More Revival”, que soa incrivelmente atual e “das antigas” ao mesmo tempo, em mais um exemplo de como manter as suas raízes sem as limitações técnicas de outrora. O disco se encerra com a balada “Lights Are Down”, completamente fora da curva no tracklist, principalmente por soar mais alternativa do que Hard/Blues Rock propriamente dito. E ainda assim, é muito bom, o que só comprova (ainda mais) a qualidade da banda.

Dentre todas as bandas que se propõe a resgatar a sonoridade setentistas, o The Answer é uma das poucas que prefere a produção cristalina, e usa e abusa dela, sem se perder das suas propostas iniciais e ainda entregar músicas incríveis, álbum após álbum. Não há muito o que dizer, é só colocar o disco para tocar, ligar o carro e sair por aí, que a viagem é garantida.

01. Waste Your Tears
02. Use Me
03. Trouble
04. Nowhere Freeway
05. Tornado
06. Vida (I Want You)
07. Caught On The Riverbed
08. Destroy Me
09. New Day Rising
10. Can’t Remember, Can’t Forget
11. One More Revival
12. Lights Are Down

Lineup:

Cormac Neeson – Vocal / Gaita / Piano / Mellotron
Paul Mahon – Guitarra
Micky Waters – Baixo
James Heatley – Bateria

Nota 10

The Answer

Revival The Answer

Tracklist

Lineup

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *