Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Slippery – “First Blow”


Batalhando desde 2003 no underground, o Slippery foi formado em Campinas, São Paulo, sempre com a proposta de resgatar o sentimento do Hard Rock e do Heavy Metal dos anos oitenta (e alguma coisa do final da década anterior). Três anos após o EP de estreia “Follow Your Dreams”, a banda lança finalmente o seu debut, produzido em conjunto com Átila Ardanuy e com uma capa deveras interessante.

“Follow Your Dreams” abre o disco com um clima e uma letra bem positiva, uma faixa melódica e cheia daqueles ótimos arranjos que fizeram a ponte entre o Hard Rock dos anos 70 e 80 (a produção “com eco” característica ajuda bastante nisso!), sem apelar para a excessiva farofagem. A música que dá nome a banda vêm no mesmo ritmo setentista, com ótimos sopros do que era feito principalmente pelas bandas de Hard e Heavy alemãs, fato ainda mais evidente graças ao vocal de Fabiano Drudi, que se destaca também em “Two Young Hearts”, que ao contrário do que se possa imaginar, não é uma balada batida, mas uma faixa pesada, com passagens bem intrincadas e aqueles licks de guitarra perfeitos para performances teatrais. Apesar de listada como a quinta música, aparentemente na prensagem final a pesadíssima (puro Metal oitentista, com direito a passagens que lembram caras melódicos e virtuosos como o Axel Rudi Pell no seu ápice) “No Time To Sorrow” aparece como número quatro no play, enquanto “Another Chance” figura na quinta posição, uma mezzo-balada de sete minutos cheia de variações, agora totalmente imersa no clima oitentista.

Cadenciada, “Run For Reaction” é uma daquelas músicas pegajosas de cabo a rabo, desde o instrumental e o andamento bem Metal até os virtuosos solos de Kiko Shred, que aparecem de forma mais modesta no Rock n’ Roll simples e despretensioso da faixa título “The First Blow”. Mais flertes com a escola germânica aparecem em “Sons Of Freedom (Wild At Heart)”, aonde o vocalista Fabiano Drudi se sobressai novamente, injetando uma dose extra nos vocais que encaixaram muito bem no direcionamento da música. E por falar em peso, “Out Of The Light” também recebe pontos extras pelo flerte com NWOBHM, bem diferente de “What I Need”, única balada propriamente dita do álbum. Pra fechar com chave de ouro, a banda traz uma versão para “Night Of The Demon”, clássico do debut da banda britânica Demon (com direito à introdução e tudo).

O disco de estreia do Slippery é muito interessante: a atmosfera que ele cria leva o ouvinte direto aos anos 80, principalmente pelo estilo da produção, mas não se limita a ficar preso apenas no espalhafatoso Hardão americano, flertando bastante com o que também era feito na Inglaterra e na Alemanha nessa época, com boas doses de virtuosismo e melodias fortíssimas. Interessante que as bandas que tem surgido nos últimos tempos preferem utilizar-se dos elementos mais simples e farofentos, como o Sleaze e o Glam, e o Slippery está um pouco além disso, e esse é o mérito dos caras. Um ótimo debut que vale muito a pena ser conferido.

Slippery – First Blow – 05 – Another Chance by Slippery_the band

01. Follow Your Dreams
02. Slippery
03. Two Young Hearts
04. No Time To Sorrow
05. Another Chance
06. Run For Reaction
07. The First Blow
08. Sons Of Freedom (Wild At Heart)
09. Out Of The Light
10. What I Need
11. Night Of The Demon

Lineup:

Fabiano Drudi – Vocal
Dragão – Guitarra
Kiko Shred – Guitarra
Erico Moraes – Baixo
Rod Rodriguez – Bateria

Nota 8

Slippery

First Blow Slippery

Tracklist

Lineup

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *