Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Klogr – “Till You Decay”


O Klogr é um projeto capitaneado pelo vocalista e guitarrista Gabriele “Rusty” Rustichelli, com músicos italianos e americanos com o objetivo de levar o Rock e o Metal alternativo a um outro nível, formado em 2010 e chegando ao início das gravações em Junho de 2011, o debut “Till You Decay”  foi lançado em fevereiro pela ZetaFactory.

Baseado no conceito central sobre como a sociedade julga cada pessoa e influencia mentalmente cada uma até ela cair de vez (como sugere o título do disco). O próprio nome da banda é baseado na Lei de Weber-Fechner, que tenta descrever a relação existente entre a magnitude física de um estímulo e a intensidade em que ele é percebido.

Com passagens que caminham entre o Prog Metal, o Metal alternativo, o Nu Metal e o Hard Rock (???), a faixa de abertura “Live Dying” soa bastante como uma banda americana do início da década de 2000, com uma atmosfera bem forte e carregada, que se mantém na grooveada e melódica “Silk And Thorns”. Um pouco mais artificial e exageradamente distorcida, “White Eyes” abusa dos efeitos tanto no instrumental quanto na voz, com um resultado até interessante, enquanto “Bleeding”, o single do álbum traz a influência do Nu Metal novamente, muito bem encaixada e uma melodia vocal feita perfeitamente para ser cantada pelas massas, assim como em “Green Star”, cheia de ruídos que fazem dela uma balada com um resultado bem inusitado.

“Self Loathing” dá um passo à frente na agressividade, inserindo alguns elementos de Metalcore (ainda que sutis) ao Metal alternativo dos caras, o mesmo acontecendo em “Naked Mind”, música com melodias vocais bem bonitas e novamente feitas sob medida para os shows. A batida quebrada e riffs até bem variados ditam “You Gotta Know”, com um generoso acento Pop (bem encaixado), e o Post-Hardcore de “Value Of Sin” e suas boas mudanças de andamento. Lembrando um pouco o Disturbed, “Silted Memories” injeta um pouco de peso graças às ótimas passagens de guitarra, enquanto a grata surpresa, “Young Graves” fecha o álbum com uma influência bem forte de Psicodélico e Stoner (sim, surpreendente e peculiar), em uma balada viajante e, que por incrível que pareça, não foge muito do contexto do álbum.

Apesar de a proposta inicial do Klogr ser bem simples e até um tanto quanto batida atualmente (mesclar Rock/Metal alternativo com aquele Metal americano mainstream da nova geração), o quarteto americano/italiano consegue incluir alguns elementos que tomam a frente na sua sonoridade e acabam criando uma identidade própria: ótimos efeitos eletrônicos, não apenas como ruídos, mas mesclados às distorções da guitarra e na voz, sem se preocupar em soar pesado ou técnico, mas muito melódico e condizente com a atmosfera visual da banda, que tornam o disco muito agradável de se ouvir, a qualquer instante.

01. Live Dying
02. Silk And Thorns
03. White Eyes
04. Bleeding
05. Green Star
06. Self Loathing
07. Naked Mind
08. You Gotta Know
09. Value Of Sin
10. Silted Memories
11. Young Graves

Lineup:

Rusty – Vocal / Guitarra
Nicola Briganti – Guitarra
Todd Allen – Baixo
Filippo De Pietri – Bateria

Nota 8

Klogr

Till You Decay Klogr

Tracklist

Lineup

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *