Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Black Spiders – “Sons Of The North”


Uma banda relativamente nova, os ingleses do “Black Spiders” iniciaram a carreira em 2008 e desde então vem excursionando pelo circuito inglês e fazendo vários contatos, chegando inclusive a serem convidados pelo próprio Ozzy Osbourne a tocar no Ozzfest. Nesse meio tempo, foram lançados os EPs “St Peter”, “Cinco Hombres (Diez Cojones)” e “No Goat In The Omen”, até culminar neste primeiro full length.

“Sons Of The North” foi lançado em fevereiro de 2011, trazendo todo o trabalho que a banda desenvolveu nesses anos, a influência mais do que óbvia e o resgate da sonoridade setentista, algo em alta na Europa atualmente.

“Stay Down” abre o disco lembrando bastante o Hard Rock dos suecos do The Hellacopters, com aquela forte pegada que transita livremente entre o final da década de 70 e início da 80, enquanto a jocosa “Kiss Tried To Kill Me” traz uma letra bizarríssima sobre um instrumental que soa uma mistura entre o próprio KISS, AC/DC e Stoner Rock bem divertida. Aliás, a influência de Stoner volta na bem energética “Just Like A Woman”, assim como na ZzTopiana “Easy Peasy”, com uma pegada bem Southern e aquela levada que faz o público dançar enquanto a banda toca ao vivo, tipicamente Led Zeppelin. “Blood Of The Kings” traz ao longo dos seus sete minutos uma coletânea de impressionantes riffs influenciados por Tony Iommi, arrastados, sombrios, enquanto “St Peter” trazem bem incluídos sopros de Blues Rock em meio aos riffs Sabbathicos.

“Mans Ruin” mais pesada aproxima novamente a banda ao lado Stoner, com alguns momentos bem Motörhead aliados a boas doses de psicodelia bem utilizadas, e “Medusa’s Eyes” leva-os para o caminho Punk, principalmente das bandas clássicas dos anos 70 e 80. “Si, El Diablo”, como o próprio nome sugere, mistura novamente Stoner com alguns toques mais Southern, soando um tanto quanto (mas não muito) como uma versão mais leve e Hard do Black Label Society ou do Crowbar. Praticamente resumindo o disco todo, “What Good’s A Rock Without Roll?” fecha o trabalho, uma música que não pode ser classificada melhor do que, o Rock n’ Roll na sua mais pura forma. E como é gratificante ouvir coisas simples e empolgantes como essa.

Mais uma pedida ótima para quem gosta dessas bandas que resgatam a sonoridade clássica com uma veia Stoner fortíssima, sem muitas pretensões além de tocar o mais básico do Rock n’ Roll. E convenhamos? Precisa mais do que isso?

01. Stay Down
02. Kiss Tried To Kill Me
03. Just Like A Woman
04. Easy Peasy
05. Blood Of The Kings
06. St Peter
07. Mans Ruin
08. Medusas Eyes
09. Si El Diablo
10. What Goods A Rock Without A Roll?

Line-up:

Pete ‘Spider’ Spiby – Vocal / Guitarra
Ozzy ‘Owl’ Lister – Guitarra
Mark ‘The Dark Shark’ Thomas – Guitarra
Adam ‘The Fox’ Irwin – Baixo
Si ‘Tiger’ Atkinson – Bateria

Nota 8

Black Spiders

Sons Of The North Black Spiders

Tracklist

Lineup

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *