Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Progcast Especial: Top 100 ProgArchives 2011 – Parte 10 (10º – 01º)


progcastespecial2011_10

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de Rock Progressivo

Depois dessa longa jornada progressiva que foi o ano de 2011 e esse Top 100 do Progarchives, fechamos com chave de ouro os episódios especiais! Nessa última parte, os dez álbuns mais bem colocados nesse ano que passou: a verdadeira nata do Prog? Deixe a sua opinião e aproveitar para mandar o seu Top 10!

Observação: A lista muda de hora em hora, portanto, essa lista é com base no ranking do dia 11/12/2011!

O que tocou neste episódio

  • 00:00:21 – Amaryllis (Vespero – 1º colocado no Top 100 2010)
  • 00:07:47 – 010º: This Is The Life (Dream Theater)
  • 00:14:41 – 009º: Thorn (Leprous)
  • 00:20:21 – 008º: Fleming Barras (Guy Manning)
  • 00:30:05 – 007º: Dance No More (Frequency Drift)
  • 00:40:01 – 006º: The Final Resting Place (Anubis)
  • 00:48:26 – 005º: Snowtorch Part II (Phideaux)
  • 01:04:30 – 004º: Learn How To Learn (Sean Filkins)
  • 01:11:53 – 003º: Shapeshifter (Haken)
  • 01:19:55 – 002º: Circuitry (Discipline)
  • 01:26:08 – 001º: Like Dust I Have Cleared From My Eye (Steven Wilson)
Play

Comentários, sugestões, correções e contato: contato@progcast.com.br

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Curta a fanpage do Progcast no Facebook

ASSINE NOSSO FEED AGORA

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Uma resposta para “Progcast Especial: Top 100 ProgArchives 2011 – Parte 10 (10º – 01º)”

  1. Gabo disse:

    Ótima ideia fazer estas listas… deste top 10 acho que só não conhecia o Guy Manning, mas gostei da música que vocês escolheram, com certeza baixarei o álbum!

    Meu top 5 ficaria com Neal Morse, Sunchild, Karfagen (que acabou ficando de fora aqui, acho que só entrou no top do PA depois…), Wobbler e Discipline. Também gostei bastante do Dream Theater e do Anubis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *