Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Progcast #76 – Focus (Lado A): Yôi orôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi ohrorô… Popô!!!


Progcast #76 - Focus (Lado A): Yôi orôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi ohrorô... Popô!!!

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de Rock Progressivo

Nesta semana  Rhamsés e Rroio se reúnem para falar sobre o começo meteórico do FOCUS passando pelos comentários relevantes sobre o show de comemoração aos 40 anos do álbum Moving Waves. Nesse episódio veja a vinheta que Thijs van Leer fez exclusivo para o Progcast e não deixe de concorrer a uma camiseta da turnê do The Wall.

Concurso Camiseta Da Turnê do The Wall

O Rhamsés prometeu e agora só depende de vocês. Clique no botão abaixo e ajude o link ter 100 retuites até terça feira ao meio dia para concorrer a uma camiseta EXCLUSIVA da turnê do The Wall.

Lançamentos dessa semana

  • If These Trees Could Talk
    Álbum:
    “Red Forest” –Música: “Left To Rust and Rot”
  • Capture the Sun
    Álbum: “Capture the Sun – Música: “The Physical Impossibility of Death in the Mind of the Living

O que tocou neste episódio

  • 00:00:17 – Black Beauty
  • 00:02:30 – Hamburger Concerto
  • 00:17:46 – Janis
  • 00:20:50 – Left To Rust And Rot
  • 00:26:07 – The Physical Impossibility of Death in the Mind of the Living
  • 00:34:45 – Focus
  • 00:44:31 – Happy Nightmare (Mescaline)
  • 00:48:24 – Le Clochard
  • 00:50:21 – Hocus Pocus
  • 00:55:09 – Anonymus
  • 01:01:41 – Focus II
  • 01:06:02 – Round Goes The Gossip
  • 01:11:40 – Harem Scarem
  • 01:17:27 – Focus III
  • 01:23:31 – Early Birth
  • 01:24:30 – Sylvia
  • 01:27:56 – La Cathedrale De Strasbourg
  • 01:32:52 – Moving Waves
  • 01:35:29 – Eruption
  • 01:47:55 – Throwing Into Chaos (Psychotic Eyes)
  • 01:52:55 – Eruption (continuação)
Play
Play

Comentários, sugestões, correções e contato: contato@progcast.com.br

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Curta a fanpage do Progcast no Facebook

ASSINE NOSSO FEED AGORA

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Rhamses

Palpiteiro de mídias sociais, Designer de interfaces, Podcaster e Microblogger. Apreciador de boa música, mas roqueiro acima de tudo.

7 respostas para “Progcast #76 – Focus (Lado A): Yôi orôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi ohrorô… Popô!!!”

  1. Diego Camargo disse:

    Começar com o Thijs foi foda, muito bom 🙂

    (8)Pussy pussy…(8) Parece musiquinha de hentai xD

    Já que o Rhamsés não teve coragem, top 5 PF: Animals, The Wall, The Final Cut, The Dark Side Of The Moon, Wish You Were Here e tenho dito.

    Sobre o TAAB2, eu ripei (roubei), ouvi (Rroio, já tem rip viu xD) e meu parecer inicial, foi pro PA, acho que vai pro Progshine em breve tb, acho: http://www.progarchives.com/Review.asp?id=696300

    To na fase final do mega post das faixas longas! vai pro ar na semana que vem em 4 partes, graças so Progcast mesmo 😀

    Contrata eu vai, eu vou escrever só coisa pra provocar os progheads cabeça ocas xD

    Focus, Focus eu descobri lá em 2000 quando meu grande amigo Leandro me vendeu o lp do Moving Waves por…. $2,50 😀 Ouvi até furar, nunca consegui 'entrar' no mundo do Focus por completo, gosto do 3, mas nunca realmente consegui ouvir muito a banda.

    No mais, divertido de se ouvir como sempre, especialmente o Feedback 🙂

  2. AHUUHAHUA Chorei aqui com os comentários sobre o Diego. Até aqui a Internet 3G dele tá famosa.

    Contratem o Diego Slowprog!

    Massa o podcast. 🙂

  3. Minea Nunes disse:

    Ficou massa a abertura! o/

    Eu fiquei bêbada no feedback com os tantos assuntos (na verdade o mesmo) misturados. Muita loucura hoje.

    TaaB2 já tem pra download mesmo, riparam loucamente, mas colocaram em servers obscuros, eu achei legal (ouvindo 1 vez só) mas não senti esse sentimento aí que o Rhamsés falou ainda.

    Que comparação absurda, com Alexandre Frota!?! HHAHAHAHAHA ai, cels!

    Achei massa esta música "The Physical Impossibility of Death in the Mind of the Living". Deu vontade de escrever. ;D

    A figura de linguagem não seria onomatopéia? (mas acho que não seria uma pura)

    Preciso dizer que ri muito com as chamadas das músicas? HAHAHAHAHHAAHAHAHAHHA

    Eu também não lembrava que música era essa, Sylvia.

    Deem uma maneirada nas drogas pra não ficar rodando/girando nos shows, minha gente. xD

    Curso de inglês sensacional! UHUIHAHUHSUASUAHAHIUSHUA Essas gravações tão muito engraçadas. Final épico, "ao vivo pero no mucho". HAHAHAHAHHAA

    Que bom trazer essas coisas (fotos e áudio) pra quem não pode ir! Valeu, gente!

  4. QUEIROZ disse:

    Qual o erro nessa frase? "Shine on crazy diamond é a melhor música do Pink Floyd, mas não do Wish were Here"

    "Fiquei babando no órgão dele o show inteiro" sobre show do Focus. Sem trocadilho, por favor. rsrs.

    Hocus Pocus, o legal é a parte que ele imita o Pica Pau. =)

    Valeu Proggers Yôi orôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi rôrôrôi ohrorô… Popô!!!

  5. Gustavo Bessa disse:

    Saaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaalve criadores do progcast, sua dose SEMANAL de rock progressivo

    – Bom, já foi dito…é Onomatopeia mesmo a figura de linguagem.

    – Quem toca organ é organista!

    – O Grunhido vocais são chamados de Scat Singing. É uma técnica vocal em que a ideia é cantar vocalizando as palavras (aquilo que o ed motta faz no final de cada verso que ele canta, ou que aquelas negonas fodonas do soul e gospel fazem o tempo todo também). ele pode ser feito tanto com palavras quando com sílabas aleatórias (daí entra o This).

    – Rhamsés to contigo!!!! Hocus Pocus não é a melhor música do Focus. A melhor música do Focus é quase toda música feita ao vivo! A piração deles ao vivo que faz o negócio funcionar fodasticamente. E as melodias e pirações dele que você fala, acontecem muito mais (e melhor ao meu ver) ao vivo.

    – Vocês tocaram num dos pontos que mais me fez desgostar do metal…tudo ser repetido demais. Principalmente a MALDITA distorção (isso não é hate viu…foi só uma coisa de momento)

    – O que ele muda rapidamente no orgorgan são os Drawbars. Drawbars, bem basicamente, são as chaves que aumentam ou diminuem as quantidades de harmônicos que vão soar. Os harmônicos que formam os sons e a partir daí os timbres e assim por diante.

    – Focus é foda demais instrumentalmente, mas o vocal também é matador. o Van Lee consegue mostrar toda a sua capacidade vocal sem exageros!

    – Estou com vocês, álbuns menores são muito melhores do que álbuns longos, mas se

    -Sobre músicas longas, façam, se tiverem capacidade. Pra mim uma música longa é boa se ela consegue se fazer parecer pequena. Isso é óbvio, mas não tá acontecendo mais…

    Garela, curti demais o progcast dessa semana!!! to no aguardo dos prog brazucas, antigos ou atuais!

    abraço!

  6. […] [ 22:40 ] Drowsy Maggie, banda Scotch. [ 24:50 ] Verino, banda Scotch. [ 28:25 ] Recomendação: Progcast #76 sobre a banda Focus. [ 29:20 ] Sobre a cantora Wanda Vie e suas bandas. [ 29:45 ] Whole Lota Rosie, banda Wanda […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *