Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Progcast #66 – The Final Experiment VI: Balanceando a equação


Progacast #66 - The Final Experiment VI: Balanceando a equação

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de Rock Progressivo

Desta vez no estúdio, Rhamsés e  Rroio continuam a série sobre o Ayreon e filosofam sobre o conceito do segundo volume do album The Human Equation. Neste episódio saiba quem na verdade é o grande vilão, aprenda o que sua cabeça pode dizer de você e entrem conosco no mundo do Arjen para discutir o conceito total do Ayreon até o momento.

Comentado no episódio

Lançamentos dessa semana

  • Cormorant 
    Álbum: “Dwellings  – Música: “The Purest Land
  • Ignatius
    Álbum:
    “Lights From The Deep” –Música: “Emptiness

O que tocou neste episódio

  • “The Human Equation” – Disco 2 xD
Play

Comentários, sugestões, correções e contato: contato@progcast.com.br

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Curta a fanpage do Progcast no Facebook

ASSINE NOSSO FEED AGORA

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Rhamses

Palpiteiro de mídias sociais, Designer de interfaces, Podcaster e Microblogger. Apreciador de boa música, mas roqueiro acima de tudo.

3 respostas para “Progcast #66 – The Final Experiment VI: Balanceando a equação”

  1. Gustavo Bessa disse:

    Saaaaaaaaaaaaaaalvações Proggers! bem-vindos a mais um comentáriocast! a sua dose semanal de comentários sobre o proooooooogcast…

    Caras, eu curto a história do Human Equation, mas eu nunca tinha feito a ligação com os outros álbuns, pra mim a história ocorria num universo paralelo sem ligação com os outros trabalhos. Digamos que seria uma coisa meio "Fringe" (o seriado), se bem que no seriado os universos estão dentro um do outro né….Whatever… eu sei que ia ser era muito loco se fosse num universo paralelo que de alguma forma ele começasse a ser consumido pelo universo da outra história e eles fossem se destruindo pra formar um grande universo onde todas as histórias acontecem ao mesmo tempo e que a união do passado, presente e futuro acontece por meio de uma guerra entre eles onde a questão do que seria real ou não – ou talvez verdadeiro ou não, fosse a principal questão que deu início a guerra entre os três universos…

    Eu sei que eu viajei um pouquinho agora, mas foi bem legal e eu sai totalmente do assunto, mas seria uma bela história.

    enfim, a primeira música que foi tocada no episódio eu não consigo definir se é ruim ou não (pra mim). A primeira parte ela é extremamente chata com um vocalista que parece mais um pirata rouco, mas a segunda parte da música é muito boa, infelizmente não é o suficiente pra aguentar aquela voz chata no começo hahaha..

    PS.: o Progcast e o Progshine foram citados no meu trabalho sobre o progrock mineiro (minha monografia) espero que continuem por muito tempo! (ou pelo menos até eu acabar o meu trabalho hahahaha)

    abraços!

  2. Aeee mais um do Ayreon! Esse album é muito bom, apesar dos clichezinhos. A trauma é muito boa, mas nao chega a ser melhor, pra mim. Mano Mika realmente fez uma fodastica participação, e até que La Brie nao ficou ruim. Arjen tem 2 metros e 2 centimetros, ja perguntaram pra ele no grupo do Ayreon 😛 e também tem essa reposta no FAQ do site. ( http://www.arjenlucassen.com/content/info/faq/ )

  3. Minea Nunes disse:

    "Saaaaaaaaaaaaaaalvações Proggers! bem-vindos a mais um comentáriocast! a sua dose semanal de comentários sobre o proooooooogcast…" [2]

    Avacalhou!

    Poxa, eu quero a camisa mas… Se eu usar vou fazer sucesso com as garotas também? OMG! o.o

    Mesmo assim, criei coragem e fui participar também.

    Eu sou uma dessas pessoas que escuta e comenta ao mesmo tempo (e faço outras coisas).

    Não gostei dessa Cormorant. ;|

    Essa Ig"NACHOS" é mais ou menos…

    Essa segunda parte do CD é ainda mais louca nesse intimismo, pra quem vai ouvindo e imaginando a história toda, fica muito mais incrível porque a gente pode até pensar em outro rumo disso aí, outras interpretações, não sou "freak" do Ayreon, e depois que fui ouvir de novo o CD pra ir imaginando, eu pensei que o 'melhor amigo' e o 'corno' eram a mesma pessoa. E que nessa loucura toda, ele tinha criado mentalmente um cenário de confrontos dele com ele mesmo, seu alter ego, e que no fim, ele "acorda" e vê tudo isso que criou, afinal a historinha fica rolando na cabeça do cara o tempo inteiro. Enfim, viagem demais esse experimento. Talvez outro dia quando escute de novo, pense em outra coisa mirabolante, sei lá.

    Gente, espero que vocês já estejam bem! ;**

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *