Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Progcast #21 – Symphony X: As divinas orquestras perdidas




Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de Rock Progressivo

O episódio desta semana traz uma repassada na carreira de um dos maiores expoentes do Prog Metal mundial: os americanos do Symphony X! Não perca neste episódio: Porque invadir a biblioteca usando couro é absolutamente normal, quais os motivos de não deixar um gato e um cachorro produzir o seu álbum e, principalmente, o desafio (e a intriga) está lançado: fãs de Symphony X, provem que são melhores e maiores que os de Dream Theater, lotando os nossos comentários!

Indicações da semana (Obs.: Não estranhem, nós gravamos, mas sumiu! Então colocamos apenas as músicas)

O que tocou neste episódio

  • Masquerade
  • Sea Of Lies
  • Eve of Seduction
  • Awakening
  • Doppelganger (Forgotten Suns)
  • Land of Plenty (Carptree)
  • A Lesson Before Dying
  • The Edge Of Forever
  • Premonition
  • The Damnation Game
  • The Divine Wings Of Tragedy
  • Smoke and Mirrors
  • Candlelight Fantasia
  • In The Dragons Den
  • Evolution
  • King of Terrors
  • Fallen
  • Inferno
  • Oculus Ex Inferni
  • Set The World On Fire
  • Seven
  • Paradise Lost
  • Masquerade ’98

Comentado no episódio

Reproduzir
Reproduzir

Comentários, sugestões, correções e contato: contato@progcast.com.br

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Curta a fanpage do Progcast no Facebook

ASSINE NOSSO FEED AGORA

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

18 respostas para “Progcast #21 – Symphony X: As divinas orquestras perdidas”

  1. Lucas N disse:

    Saudações!
    Ah, melhor que DT não, pelo menos na parte conceitual. É só ver o clipe de Set The World On Fire, parece aqueles filmes antigos do Hércules que passavam no SBT, anjos com asa de papelão, aquele cara com um machado enorme!! E como comparar isso com o conceito de Metropolis?
    E, quanto à parte instrumental, Synphony é muito complexo, mas, apesar de ter gostado de uma música ou outra, não acho que de pra comparar com DT, acho que são estilos muito diferentes.
    Synphony muitas vezes me parece repetitivo, as músicas mantém um “padrão” e mudam muito pouco dentro disso, com exceção de algumas introduções interessantes não existem as mudanças e quebras que estão presentes em grande parte das musicas do DT.
    Obs: acho que a partir de agora tenho que começar a tomar cuidado pra não encontrar o Rrroio na rua. UAHSfuhAsfuhsauhfsa
    Abrs

    • Tiago Gonçalv disse:

      Aê galea do progcast! Gostei muito desse episódio falando do Symphony X, que é uma das bandas que costumo ouvir muito e tento colecionar os seus cds (com excessão do primeiro, que concordo, é ruim demais XD) e é um dos pontos altos do cenário progressivo mundial! Gostaria que fizessem também especiais de outas bandas como Circus Maximus e Adagio, que tiveram bastante influências do DT e do Symphony X. Vale a penada uma conferida.

  2. Fábio disse:

    Caraca, SX? Hahaha, parei de ouvi-los no the odyssey!

  3. Andrew disse:

    Concordo com o Lucas N aí. Quando comecei a ouvir pensei que seria uma das melhores bandas mas depois vi que estava enganado. =P

  4. Rroio disse:

    Estou me sentindo acuado neste lugar

  5. Luciano disse:

    Po, simphony x é bom pra caramba, e na minha opinião não concorre com dream theater. Sou fã das duas bandas, acho que cada uma tem suas características próprias e seria besteira ficar falando sobre o que uma faz que a outra não faz e vice-versa.

    Assim como o Lucas falou, simphony x não varia tanto nas composições como DT, mas ao meu ver é algo que eles decidiram fazer, e nao algo que eles nao tenham capacidade. Cada banda "viaja" de um jeito diferente e o importante é ouvir e valorizar as diferenças entre cada banda.

    Abraços progressivos

  6. Andrew disse:

    Não, na real mesmo, Symphony X não é ruim não, os músicos são extremamente habilidosos e têm músicas de qualidade, mas esse ritmo que eles flertam no power metal/neoclassical e sei la o que não desce comigo, quase não consigo diferenciar uma música pra outra da banda.
    Mas pra quem gosta desse estilo como o Rroio-PowerMetal é um prato cheio xD

  7. Renato disse:

    Prezados, muito legal o progcast. Foi o primeiro que ouvi, então to chegando de paraquedas hehe Curti as duas bandas também, ideia boa de colocar algumas coisas diferentes no meio de um cast temático. :}

    Rolaram algumas coisas no cast que cabem na categoria "não foi bem isso". hehe Como a suíte Star Wars, que só foi lançada num CD para o Fã Clube há poucos anos, não no Dark Chapter.

    Em geral, no entanto, tranquilo :} e o clima do cast é bem legal também, curti. hehe

    sucesso!

  8. Dae galera, bacana ver mais gente comentando aqui.

    Tipo todo mundo se apresentou e tals, eu comentei antes e nem falei que também era ouvinte novo… descobri o progcast ja no programa #18.

    Então vamos lá, MUITO BOA a iniciativa de se criar esse espaço pra comentar sobre a cena prog nacional e internacional, parabéns aos criadores, de verdade. Como o Renato disse, o clima é descontraído, e ao meu ver, é questão de tempo pra galera lotar isso aqui.

    Ouvindo o programa #12, que foi dedicado a bandas brasileiras, fiquei surpreso em ouvir uma música da minha banda como indicação =D. Só tenho uma correção a fazer Ramsés(acho que faltou uma letra) a minha banda , IMAGERY é de Londrina e não uma banda paulista como falaram no programa. Estamos numa fase um tanto quanto complicada devido a uma lesão do tecladista, tivemos que dar uma parada brusca logo no começo, quando estavamos fazendo shows de divulgação e tals. Lançamos apenas 2 músicas numa pre-produção (disponíveis no myspace pra quem quiser conferir) e agora estamos para lançar um single dia 25. Chegamos a fazer alguns shows aqui em Londrina e no estado de SP, em Bauru, Ourinhos, Sorocaba e outra cidade que eu esqueci =P. Mas como falei, devido a lesão do tecladista tivemos que dar uma parada nos shows e estamos atualmente nos concentrando no lançamento do single e na estrutura das outras músicas já pronta para o futuro cd.

    Pra quem tem banda, sabe como é dificil ter apoio para conseguir produzir um material bom, e não é diferente com a Imagery, temos muitas batalhas pra vencer ainda, mas aos poucos vemos o trabalho aparecendo.

    Acho que por enquanto é isso, obrigado a galera do progcast pela força, e pra quem quiser conferir a proposta da Imagery acesse myspace.com/imageryprog a banda tem um som que mistura o progressivo e elementos da música brasileira, entre outros.

    Abraços progressivos

  9. Fábio disse:

    Opa, escutei o cast e ficou legal, mas discordo de várias coisas, principalmente quanto a colocar SX no mesmo patamar que DT. DT é MUITO melhor, apesar de eu não ouvir mais nenhuma das duas bandas.

    Mas, fica o registro que o melhor cd do SX é o V, e não o Divine Wings, nem o Paradise Lost, que nem cheguei a ouvir. Mal escutei o The Odyssey porque em 2002 já estava enjoando deles. SX é legal, mas é sacal demais. Enjoa rápido…

    E só uma colocação, New Jersey naõ é não é a terra do Jazz. Vocês confundiram com New Orleans. Jersey fica perto de NY, hehehe.

  10. Opa, parece que foi só falar de Dream Theater que o numero de comentários aumentou. Acho que vocês poderiam citar eles em todos os episódios, só pra deixar essa área do site mais movimentada.

    Realmente Symphony X é uma banda muito boa, mas não cabe se uma é de mais qualidade que a outra. Varia muito do gosto da pessoa. Mesmo dentro do Prog Metal eles tocam estilos bem diferentes.
    Até mais!

    P.S¹.: Eu prefiro Dream Theater.
    P.S².: O site ainda vai demorar muito pra sair?
    P.S³.: Minha irmã ficou revoltada com vocês, pois vocês disseram que ela gosta de Justin Bieber, Paramore e Beyonce. Ela não gosta dessas coisas. Prefere um Hard Rock. Vai entender…

  11. Pessoal que comenta no site, criem um conta no Gravatar! http://en.gravatar.com/
    Basta só cadastrar o e-mail e colocar uma foto lá. Ai toda vez que vocês fizerem um comentário no site com o mesmo e-mail cadastrado, a sua foto vai aparecer. Legal, né?
    Espero ter ajudado.

  12. Adriano Ribeiro disse:

    Falar de um clipe sem conhecer sua história é fácil. A maioria das músicas do disco Paradise Lost são baseadas no livro homônimo de John Milton, onde Lúcifer se rebela contra Deus e após uma batalha é jogado no Caos (o inferno) com toda a sua horda. O clipe de Set the World on Fire retrata essa batalha entre os anjos rebeldes e os divinos.

  13. Arthur disse:

    Demorei pra começar a curtir a banda, mas depois de ouvir os albuns Paradise Lost e Twilight In Olympus se tornou uma das minhas bandas favoritas de metal e minha favorita de prog.

    Acho eles bastante originais, a música Seven, por exemplo, não poderia ter sido escrita por outra banda.

    Não gosto muito de comparar, mas vou comparar tentando analisar hehe. Gosto muito de Dream Theater, mas prefiro Symphony X. Músico por músico os caras do Dream Theater são melhores tecnicamente com excessão do vocal, acho Russel melhor do que LaBrie. Russel é mais agressivo, tem bom rasgado e bom timbre. LaBrie tem bons agudos, mas não posso ouvir The Spirit Carries On por não suportar o 'where do we come from' dele hehehe. Petrucci excelente guitarrista, melhor tecnicamente que Romeo. Mas sinceramente? Acho Romeo mais original. Não troco o solos de In The Dragon's Den, Lady Of The Snow, Sea Of Lies e The Awakenings pelos de As I Am, Hollow Years, Octavarium ou qualquer outro.

  14. Bando de cornetas, symphony X é bom 😡 (só o Paradise Lost e a musica Pharaoh ahha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *