Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Wisdom of Crowds (Bruce Soord with Jonas Renkse) – “Wisdom of Crowds”


Apesar de não estar totalmente dentro do geralmente egocêntrico rock progressivo (que ironicamente é uma das vertentes com os mais significativos projetos envolvendo artistas já consolidados – ok, talvez não sejam projetos que durem muito tempo, mas ainda assim é um fato), Bruce Soord, o homem a frente do The Pineapple Thief compôs uma série de músicas a serem interpretadas por ninguém menos que Jonas Renkse, vocalista do Katatonia, resultando em algo até então inimaginável, mas que no fim faz todo o sentido: o Wisdom Of Crowds.

Wisdom-Of-Crowds

Aproveitando as raras brechas nas agendas de suas bandas principais, ao longo de vários anos a dupla foi dando os toques no que viria a ser o seu auto intitulado disco de estreia, lançado pela Kscope no último dia 03 de junho e atraindo a atenção imediatamente, dos mais diversos veículos sobre música ao redor do mundo.

A base extremamente atmosférica e contemplativa é o elemento principal em Pleasure, estampando logo de início as fortes características do estilo de composição de Soord, que casaram de forma perfeita com a voz sempre tímida de Renkse. As melodias simples e as letras minimalistas (boa parte baseadas em trechos curtos, mas altamente memoráveis e impactantes) contribuem muito para o desenrolar das faixas, como também pode ser visto em Wisdow Of Crowds, facilmente um dos destaques imediatos do álbum.

Como é de se esperar, efeitos eletrônicos trazem toques um tanto quanto industriais mesclados ao rock progressivo na extremamente básica Radio Star, enquanto a reflexiva Frozen North alterna entre belíssimos momentos acústicos com trechos de cacofonia eletrônica. Porém, nenhuma das anteriores chega perto do que representa The Light, que se não difere muito do que se espera da mente de Soord, é um momento de extrema contemplação de sete minutos, o suficiente para colocá-la entre as mais interessantes composições do ano.

Indo por um caminho mais jocoso, Stacked Naked é um dos poucos momentos do trabalho que não soa exatamente melancólico ou carregado de sentimentos controversos (a melodia da guitarra parece saída da trilha de um jogo de videogame antigo – muito antigo), enquanto Pretend vai fundo em estruturas facilmente absorvíveis (com resultados mais do que atingidos) e The Centre Of Gravity retoma o lado extremamente atmosférico, como vários nomes do progressivo britânico contemporâneo e o seu flerte com post rock.

Estourada e distorcida, Flows Through You é mais uma faixa longa, que reúne diversos elementos, passando por música eletrônica, gothic rock, progressivo e post rock dentro de uma composição completa e com um crescendo digno do encerramento do álbum (que ainda esconde mais uma música após o silêncio – simples, bonita e completamente dentro da proposta do disco, e exatamente por isso um ótimo complemento).

Wisdom of Crowds é mais uma demonstração de que determinados artistas constroem uma identidade musical tão forte e singular, que a simples notícia de que a união de duas dessas mentes criativas ocorrerá é o suficiente para levantar questões sobre o que será feito, se será algo revolucionário, genial, qual a contribuição de cada um. Ou se no fim das contas se mostrará uma decepção.

Bruce Soord e Jonas Renkse não tiveram a mesma divulgação e expectativa que o Storm Corrosion, que a exemplo de Wisdom of Crowds, também reuniu dois dos mais criativos músicos da última década. Um motivo? Talvez um projeto colaborativo entre o líder do The Pineapple Thief e o vocalista do Katatonia não fosse algo que sequer tenha passado na cabeça de alguém, um dia.

E os resultados, possivelmente por isso, são excelentes, com ambos os envolvidos completamente confortáveis na proposta do projeto: Soord compondo de forma muito mais intimista e contemplativa (mas que ainda assim caberiam na sonoridade da sua banda principal), alinhado mais do que precisamente com a voz de Renkse e a melancolia implícita em suas letras. O resultado não poderia ser melhor.

Uma das mais belas obras musicais lançadas em 2013, sem a menor sombra de dúvida.

Wisdom-Of-Crowds

Wisdom of Crowds Wisdom of Crowds (Bruce Soord with Jonas Renkse)

12345

Tracklist

01. Pleasure
02. Wisdom Of Crowds
03. Radio Star
04. Frozen North
05. The Light
06. Stacked Naked
07. Pretend
08. The Centre Of Gravity
09. Flows Through You

Lineup

Jonas Renkse – vocal
Bruce Soord – todo e qualquer instrumento
Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *