Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

The Black Heart Rebellion – “Har Nevo”


Inicialmente uma banda mais ligada ao punk e post punk, os belgas do The Black Heart Rebellion tem se tornado uma banda cada vez mais experimental ao longo dos seus poucos anos de atividade. E esse fator tem se agravado após o envolvimento com a Church of Ra Collective, uma espécie de associação cultural/artística/musical capitaneada por C H van Eeckhout, vocalista da banda AmenRa.

TBHR

Har Nevo é o segundo álbum do TBHR, lançado de forma independente, e é um avanço em questão de sonoridade considerável em relação ao seu disco de estreia, Monologue, de um distante 2008.

O início do álbum com Avraham é como um redemoinho, que lentamente vai se formando, e timidamente alguns elementos vão sendo inseridos para criar a base sonora de ruídos e polirritmos que ficam sobre o excelente trabalho de percussão, quase tribal. Em seguida, The Woods I Run From traz bons elementos de post rock e post metal, chegando a lembrar razoavelmente o que o Neurosis tem feito nos últimos álbuns, enquanto que Circe é praticamente uma balada folk, acústica e absolutamente hipnótica.

Animalesque consegue unir em poucos minutos elementos que resultam em algo próximo do que talvez seja uma combinação inesperada de post hardcore com rock progressivo e occult rock, sempre baseada nas batucadas ritualísticas, que também é o elemento principal de Crawling Low & Eating Dust, faixa um pouco mais atmosférica e apocalíptica, que já havia sido lançada em um split com o Amenra e aparece aqui de forma remodelada.

Falando em atmosfera, o clima criado pelo ritmo monótono quase pastoril em Ein Avdat eleva a facilmente a um dos destaques do trabalho, chegando a lembrar o Ancient VVisdom em alguns momentos, assim como Cold & Myrrh, a faixa mais dinâmica do álbum, em questões de exploração musical. Encerrando, novamente o The Black Heart Rebellion esbarra no folk com Into The Land Of Another, dessa vez de maneira mais épica e profunda, graças à combinação com instrumentos acústicos.

Interessante que Har Nevo proporciona uma experiência vívida ao longo de toda a sua duração, mesmo sem ser um disco contínuo, estruturalmente falando, principalmente por cada música, apesar de ter uma linha guia em comum, acabar tomando rumos um tanto quanto diferentes. O começo tímido do álbum vai se metamorfoseando aos poucos, e o dinamismo ganha cada vez mais espaço em composições bem construídas, hipnóticas e compostas sem exageros.

Ok, talvez a banda ainda seja completamente influenciada pelos grandes nomes, como Neurosis, Isis, Tribes of Neurot e os seus compatriotas Amenra, mas o equilíbrio de qualidade que eles conseguiram já no segundo álbum é digno de nota (e mais do que o suficiente) para acompanhar os seus próximos passos.

TBHR

Har Nevo The Black Heart Rebellion

12345

Tracklist

01. Avraham
02. The Woods I Run From
03. Circe
04. Animalesque
05. Crawling Low & Eating Dust
06. Ein Avdat
07. Cold & Myrrh
08. Into The Land Of Another

Lineup

Pieter Uyttenhove – vocal / percussão
Alex Maekelberg – guitarra / vocal / percussão
Emeriek Verhoye – baixo
Valentijn Goethals – guitarra
Tim Bryon – bateria / percussão
Tomas Lootens - ?
Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *