Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Outcast – “Awaken The Reason”


Na ativa desde 1998, ainda sob o nome de Overlander, os parisienses aderiram ao nome de Outcast em 2002 com a demo “The Sourced Of All Creation”, ainda bem calcada no Death Metal. Com a nova onda de bandas americanas surgindo nessa época, a banda foi agregando novas influências e já lançou dois álbuns: “First Call / Last Warning” (2005) e “Self-Injected Reality” (2008), além do mais recente EP, “Circles Of Motion”.

Em 2012, eles chegam à “Awaken The Reason”, lançado pela Listenable Records no último dia 20 de fevereiro, e infelizmente ainda não chegou ao conhecimento geral do público que não acompanha diretamente o Djent.

A abertura com “Elements” já mostra que a banda não se limita apenas a copiar o que Meshuggah e Gojira já vêm fazendo há anos: com a inserção de batidas mais “retas”, fugindo um pouco do groove extremamente quebrado e riffs quase indistinguíveis (que evidentemente, marcam presença). Com direito a blastbeats e solos de guitarra muito bem encaixados, aquela sensação de estar ouvindo a mesma passagem durante toda a música, como ocorre com outros grupos do gênero, simplesmente não ocorre, principalmente pelos flertes interessantes com Death Metal e Metalcore. Por falar nessas influências, “Abysmal” também agrega bons elementos um pouco mais melódicos (com direito a vocais limpos), enquanto “A Solace From The Shade” poderia muito bem ter saído do disco de alguma banda americana de Death Metal, ainda que um pouco mais moderna. A instrumental “Awaken The Reason Part IV: When Dawn Brings Clarity” é totalmente orquestral, com som ambiente, algo praticamente inimaginável aqui, mas que cria a atmosfera mais do que perfeita com a próxima, “Spin Angular Momenta”, essa totalmente grooveada e caótica.

“Unspoken” se preocupa novamente em criar um clima diferente, tanto que a maior referência que se pode fazer sobre essa música é com o Fear Factory: aqueles riffs rápidos, ora quebrados, ora thrashy, naquele timbre artificial do industrial bem característico de Dino Cazares. A epopéia de nove minutos “Isolation” chega a passear naturalmente pelo Groove Metal, MeloDeath e até um Prog Metal aqui e ali (principalmente no que diz respeito às mudanças de andamento e na técnica apurada), enquanto “Fallen Years” tira o ouvinte da viagem com um verdadeiro soco na cara, repleto de momentos Metalcore. “What Would Be My Final Commitment” mistura de forma bem homogênea também os riffs cadenciados do Djent com belíssimas partes melódicas, ao passo que “Man’s Last Failure” lembram um pouco as bandas mais novas de Thrash (que não se preocupam em soar como nos anos 80), como o Susperia, por exemplo, em uma ótima faixa. “Awaken The Reason Part XI: Reprise” encerra o álbum, e seria injustiça dizer que é um resumo do álbum: a música é excelente, mas não consegue agregar todos os elementos que eles apresentaram no decorrer de “Awaken The Reason”.

Os franceses atingem com o seu terceiro full length um patamar impressionante de variedade e capacidade de agregar influências bem distintas em um só disco, flutuando bem por muitos estilos que os colocam bem a frente da grande quantidade de bandas de DJent que tem surgido nos últimos anos e simplesmente acabam por soar muito parecidas umas com as outras. Keep an eye on them!

Outcast

Awaken The Reason Outcast

12345

Tracklist

01. Elements
02. Abysmal
03. A Solace From The Shade
04. Awaken The Reason IV: When Dawn Brings Clarity
05. Spin Angular Momenta
06. Unspoken
07. Isolation
08. Fallen Years
09. What Would Be My Final Commitment
10. Man’s Last Failure
11. Awaken The Reason XI: Reprise

Lineup

Wilfried Fagnon – Vocal
Nicolas Soulat – Guitarra
Jean-François Di Rienzo – Guitarra
Clément Mauro – Baixo
Mathieu Santin – Bateria
Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *