Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Beyond The Bridge – “The Old Man And The Spirit”


O Beyond The Bridge começou como a banda fallout em 1999, entrando em hiato por mais de seis anos depois de uma série de shows pelo circuito de Frankfurt, quando os membros, ainda muito novos, deixaram o projeto on hold para se dedicar aos estudos e ao trabalho. Pois bem, em 2005 o guitarrista Peter Degenfeld-Schonburg decidiu reviver a banda junto com o tecladista Christopher Tarnow, com quem praticamente compôs durante mais cinco anos as músicas que fariam parte deste debut, e recrutou o novo lineup, formado por músicos gabaritados da região.

Gravado no Gatestudio (um dos mais conceituados, se não o mais em termos de Metal na Alemanha), “The Old Man And The Spirit” foi lançado no fim do mês de janeiro pela Frontiers Records, o debut é um dos trabalhos mais surpreendentes de Prog Metal dos últimos anos.

“The Call” deixa ligeiras impressões que a banda tem algo diferente a oferecer, com uma introdução pesada, soando até um tanto quanto distante do Prog Metal mais clássico. Bom, a impressão passa um pouco quando a faixa começa pra valer, já que ela soa muito como uma versão mais melódica dos medalhões (Dream Theater, Symphony X, Fates Warning e por aí vai). É inegável a técnica apurada dos músicos (basicamente, todos eles são formados nisso), mas logo de cara, podemos perceber que falta algo, o elemento que a torne diferente de todas as outras milhares que surgiram tocando um som parecido do final da década de 90 pra cá. Pois bem, a épica “The Apparition” mostra que eles podem facilmente se arriscar nisso, principalmente por contar com dois vocalistas na banda: ao longo de seus oito minutos, é uma faixa espetacular, em termos harmônicos, rítmicos e técnicos, mesclando de forma singular vários elementos. “Triumph Of Irreality”, uma instrumental de respeito com suas linhas de teclado frenéticas e um nome para fã de progressivo nenhum botar defeito, certo? E o que falar então do interlúdio no mínimo belíssimo de “The Spring Of It All”, com mais “duelos” vocais? Ela cria a atmosfera perfeita para a balada “World Of Wonders”, para aqueles que ainda tinham dúvidas sobre o quão boa pode ser uma música Prog com vocais femininos.

“The Primal Demand” é mais uma introdução, desta vez para “Doorway To Salvation”, uma música que, convenhamos, é impossível não sentir um incômodo na espinha ao ouvi-la. Mais um momento bem interessante do disco, assim como “The Struggle” (sopros de Savatage ou impressão minha?), cujo solo de piano e os jogos vocais são de cair o queixo. Muito legal também a forma como as músicas estão conectadas de forma natural e homogênea, tanto que “The Difference Is Human” chega quase imperceptível, um Prog Metal nos moldes mais clássicos, fortíssima nos arranjos orquestrais. Mais uma balada sensacional, “Where The Earth And Sky Meet” chega até a lembrar (com certo exagero na comparação) o Rock atmosférico do Anathema atual e um quê de hit dos anos 80 em certos momentos. Mas a imersão no trabalho é tamanha que ela simplesmente carrega o ouvinte, lentamente, de forma hipnótica, até o encerramento com “All A Man Can Do”, uma forma perfeita de fechar um álbum dessa magnitude.

O marasmo que se abateu no Prog Metal nos últimos anos começa a dar sinais de que está com os dias contados: todo um novo movimento formado por músicos novos, com uma nova visão, uma nova gama de influências começa a surgir. São tantos trabalhos que está se tornando impossível acompanhar todos os lançamentos. Mas o Beyond The Bridge é um dos que realmente valem a pena você deixar os Dream Theaters e Queensryches de lado por uma hora e parar para realmente prestar atenção no debut destes alemães: um disco incrível, coeso, sem exageros, natural, ascendente, com tantos detalhes que cada audição é ainda mais rica, com uma nova vasta gama de formas de se tocar Prog Metal.

Uma banda para “keep two eyes and two ears on it”.

Beyond The Bridge

The Old Man And The Spirit Beyond The Bridge

12345

Tracklist

01. The Call
02. The Apparition
03. Triumph Of Irreality
04. The Spring Of It All
05. World Of Wonders
06. The Primal Demand
07. Doorway To Salvation
08. The Struggle
09. The Difference Is Human
10. Where The Earth And Sky Meet
11. All A Man Can Do

Lineup

Herbie Langhans – Vocal
Dilenya Mar – Vocal
Peter Degenfeld-Schonburg – Guitarra
Christopher Tarnow – Teclados
Dominik Stotzem – Baixo
Fabian Maier – Bateria
Simon Oberender – Teclados / Guitarra
Dominik Stotzem – Baixo
Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *