Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

Apanhador Só – “Antes Que Tu Conte Outra”


Iniciando as suas atividades em 2006, o gaúcho Apanhador Só desde os primórdios se mostrou uma banda com uma sensibilidade e ímpeto de experimentos notável mesmo entre os interessantes grupos brasileiros surgidos nos últimos anos. E tudo isso, em pouquíssimo tempo de estrada, mas de alguma forma presente desde o seu ainda tímido álbum de estreia, auto intitulado e lançado em 2010, passando pelo K7 Acústico-Sucateiro, de 2011, e até o vinil 7” Paraquedas, no ano seguinte.

ApanhadorSó

Em 2013, o grupo retorna para o lançamento de Antes Que Tu Conte Outra, o seu segundo full length, financiado através de um esquema de crowdfunding, mostrando uma banda livre de qualquer limitação criativa, entregando para os que confiam em seu trabalho um resultado acima de qualquer expectativa, um desafio a ser encarado e compreendido aos poucos.

Com dispersos ruídos desconexos sob uma repetitiva sequencia de notas na mesma incessante batida, Mordido divide-se claramente em duas partes: uma mais serena, no mesmo tom, que inesperadamente dá lugar a segunda, beirando a cacofonia, com camadas extremamente distorcidas e quase contrastantes. E por falar em contraste, a faixa seguinte, batizada Vitta, Ian, Cassales, permeia de forma belíssimia e prioritariamente acústica por diversos estilos, como samba e baião, naturalmente combinados. Lá Em Casa Tá Pegando Fogo segue um caminho parecido, porém de forma diferente, como se fosse um recital melancólico, transparecendo uma esquisita sensação de impotência.

Apesar do conteúdo lírico mantendo a mesma linha, a faixa Despirocar sai da curva que a banda seguia até o momento, mais grooveada e elétrica, assim como a ode irônica da eletrônica balada Líquido Preto e suas linhas de teclado de brinquedo. Não Se Precipite se mostra ainda mais experimental, e ainda que não seja tão perceptível a princípio, é possível ouvir muito do rock progressivo mais teatral da década de setenta, em especial pelos timbres da guitarra e do uso de sintetizadores (evidentemente, dentro deu m contexto brasileiro e moderno).

Voltando à musicalidade mais contemplativa e simples, Rota facilmente cria fortes imagens mentais ao acompanhar cada verso, bem diferente da sacana e pesada Torcicolo, um pop e rock extremamente básico e funcional com suaves toques de reggae. Nado, logo em seguida, repete a mesma melodia incessantemente, com mais uma excelente letra falando sobre absolutamente nada em especial, aonde os infinitos detalhes definitivamente roubam a cena ao complementar cada momento da faixa.

Após o mezzo-interlúdio Por Trás, Reinação apresenta novamente o contraponto entre uma voz e andamentos serenos com o agressivo trabalho de baixo e percussão, se aproximando por diversos momentos do post rock, com uma mesma atmosfera belíssima e melancólica, que se mantém ao longo dos acordes acústicos da última música, Cartão Postal.

Ao terminar de ouvir, Antes Que Tu Conte Outra se revela uma verdadeira jornada mental, aonde as músicas e os versos funcionam como catalisadores na experiência de submergir em cada acorde e ideia apresentados pelo Apanhador Só. A união de belas melodias resultante de uma dinâmica mescla de diferentes estilos (os tradicionalmente brasileiros, em especial) por si só já é um trabalho notável, mas os grandes personagens nesse álbum são os pequenos detalhes, os toques incomuns em cada passagem que acabam por acrescentar, e muito, a cada segundo.

Uma obra irônica, experimental sem cair no perigoso desconexo musical, e sim bem construído e diversificado, que surpreende a cada segundo, imprevisível, e garante à banda uma confortável posição entre os mais interessantes discos nacionais do ano. E talvez da última década.

ApanhadorSó

Antes Que Tu Conte Outra Apanhador Só

12345

Tracklist

01. Mordido
02. Vitta, Ian, Cassales
03. Lá em casa tá pegando fogo
04. Despirocar
05. Líquido Preto
06. Não Se Precipite
07. Rota
08. Torcicolo
09. Nado
10. Por Trás
11. Reinação
12. Cartão Postal

Lineup

Alexandre Kumpinski
Felipe Zancanaro
Fernão Agra
André “Foca” Zinelli
Rroio

Viking oriental colecionador de discos, músico frustrado e um eterno incansável explorador dos mais obscuros confins do mundo da música.

Uma resposta para “Apanhador Só – “Antes Que Tu Conte Outra””

  1. Daniel Silva disse:

    Curto muito essa banda, cara. Ouvi umas duas vezes esse disco e não gostei tanto quanto do primeiro. Assisti os caras aqui em Floripa e até entrevistei o Alexandre. Muito boa a resenha. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *