Progcast - Sua Dose Semanal de Rock Progressivo

A King Crimson ProjeKct – “A Scarcity of Miracles”


Um nome que se visto sem atenção, pode-se simplesmente passar batido: Jakzsyk, Fripp and Collins. Agora analisando melhor o nome do meio: Fripp. Sim, exatamente, Robert Fripp! O cara que é o maior responsável para o movimento que até hoje chamamos de rock progressivo. O dono dolendário King Crimson.

Aliás, para os mais saudosistas, A Scarcity of Miracles pode estar junto da discografia dabanda. Robert Fripp não quis usar diretamente o nome do King Crimson mas deixou evidências, na capa do álbum está escrito além do nome dos integrantes A King Crimson ProjeKct, é relativamente uma continuação de seu projeto que ele vem fazendo já há um bom tempo, lançando álbuns como The ConstruKction of Light e Heaven and Earth, ambos de 2000.

Por esses fatos, é inevitável não querer comparar esse novo lançamento com os grandes clássicos do Crimson, mas aí é que temos que ter cautela, pois nele há semelhanças e diferenças com o som de antigamente. As semelhanças (Muito positivas, aliás) são o jeito incomparável que Robert Fripp aciona seus timbres de guitarra em ambientes quase que perdidos,o tempo passa mas sua genialidade continua. Outra boa semelhança é a presença de Jakko M Jakszyk, pois sua voz é muito semelhante a de John Wetton, participante de álbuns clássicos comoLarks’ Tongues In Aspic e Red. Mel Collins e Tony Levin também dão uma incrementada por também participarem das formações clássicasda banda. Na bateria ainda temos o fenomenal Gavin Harrison (Porcupine Tree).

Agora para quem esperava iniciar a audição com uma 21st Century Schizoid Man irá se decepcionar. A camada sonora desse álbum é muito mais fincada no jazz, estilo que Frippnunca deixou de usar, transformando-o quase num som ambiente, com a participação intensa do Sax de Mel Collins. De hora pode-se pensar num som muito viajante, talvez meio cansativo. A faixa-título pode representar bem esse pensamento. Experimentações correm soltas pelo álbum todo, como nas faixas “Secrets” e “The Other Man”. Para uns pode-se entender como um disco complicado de se ouvir mas a verdade é que Scarcity of Miracles é um dos projetos mais diretos que Robert Fripp já fez.

Os integrantes estão aí, os instrumentos e composições peculiares também, talvez a falta do peso e dessa centralização no jazz-ambiente é que faz a diferença. A Scarcity of Miracles pode ser considerado um álbum do King Crimson? Isso dependerá muito do ouvinte, a certeza que temos é que Robert Fripp e seus aliados continuam firmes e fortes fazendo um som de muita qualidade.

A Scarcity of Miracles A King Crimson ProjeKct

1234

Tracklist

1. A Scarcity Of Miracles (7.27)
2. The Price We Pay (4.49)
3. Secrets (7.48)
4. This House (8.37)
5. The Other Man (5.59)
6. The Light Of Day (9.02)

Lineup

Robert Fripp - Guitarra / Efeitos sonoros
Mel Collins - Saxofone / Flauta
Jakko M Jakszyk - Guitarra / Vocal / Gu Zheng / Teclado
Tony Levin - Baixo / Chapman Stick
Gavin Harrison - Bateria
Andrew Rosario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *